Pular para o conteúdo principal

Alunos de Campinas vão fazer cobertura educomunicativa da Semana de Meio Ambiente


Pessoal, para quem não sabe ainda, voltei a morar em Campinas (SP) e estou voluntariando no Coeduca - Coletivo Educador de Campinas. É um grupo de pessoas e instituições que trabalham com formação em educação ambiental, e há espaço para a educomunicação.

A turminha de quase 20 alunos da foto acima irá participar da cobertura educomunicativa da Semeia 2009. Eles são estudantes da Escola Estadual Dr. Telêmaco Paioli Melges, que fica no bairro San Martin, em Campinas, e têm o apoio das professoras Cassiana e Rosenilze - que fazem parte do Coeduca.

No dia 30 de maio (sábado), durante o período de 14h às 17h30, os alunos do Telêmaco e de outras escolas, além de participantes do
Coeduca, vão entender um pouco como é que se faz uma cobertura jornalística e se organizar para as atividades da semeia. Será uma oficina no Museu de História Natural do Bosque dos Jequitibás - museu, que aliás, completou 70 anos na semana passada.
Devem se preparar para conhecer oficinas de reciclagem, os circuitos educadores em diversos pontos de Campinas, e ter acesso a palestras sobre meio ambiente e a cidade.

Será um aprendizado para eles e para nós, educadores ambientais, pois o olhar desses representantes da comunidade nos ajudam a refletir sobre as ações de formação em educação ambiental.

Para os estudantes, é uma oportunidade de "botar a boca no trombone", escrevendo sobre todo esse universo de informações e vivências sobre meio ambiente, cultura e sociedade, tão rico a nós, educadores, e que nem sempre está acessível à comunidade em geral.

Acompanhem diariamente a cobertura da Semeia no blog Coeduca na Semeia que construímos especialmente para o evento.

A expectativa é experimentar um pouquinho do processo de educomunicação com esses alunos, inserindo-os em um evento de meio ambiente em que normalmente eles estariam incluídos apenas como alunos-ouvintes-passivos. Se é que estariam envolvidos, porque nem sempre as programações socioambientais e culturais estão disponíveis a todos. E a partir daí, trazer o olhar desses jovens para o nosso trabalho de educação ambiental, que não pára nunca!
Essa é a contribuição da educomunicação para a EA: trazer outros olhares além dos educadores. Senão, estaremos falando sozinhos - e não avançando para incluir a comunidade no acesso não só a informação, mas às ferramentas de inserção da temática meio ambiente em seu cotidiano, respeitando a diversidade de saberes e de estilos de vida.
A educomunicação é uma forte ferramenta de mobilização para a EA... mas é também uma oportunidade para os educadores saírem de seus discursos não-inclusivos, ou que não enxergam a realidade diferenciada de cada um.

Comentários

Anônimo disse…
Oi pessoal, gostei muito desse Blog. Parabéns pela iniciativa.
Achei também um blog em que eles publicam, na íntegra, denúncias sobre crimes ambientais pelo Brasil: http://ecovidanews.wordpress.com
Para enviar uma denúncia, ecovidanews@hotmail.com
Biosfera disse…
Campanhas como essa enriquecem a visão dos nossos alunos, o que eles vivenciam não esquecem.

Parabéns pelo texto e pela iniciativa


abração

visite-nos
Cybele Meyer disse…
Olá Débora, tudo bem?

Venho lhe convidar para participar da Blogagem Coletiva “Consumo Consciente”. Não podemos ficar inertes diante de tanta agressão ao nosso Planeta. Precisamos mudar os maus hábitos e propiciar um Planeta melhor para nossos filhos.
Aguardo a sua participação.
Link http://migre.me/4QqU Deixe sua confirmação nos comentários
Abraços
Cybele Meyer disse…
Olá Débora, tudo bem?

Venho lhe convidar para participar da Blogagem Coletiva “Consumo Consciente”. Não podemos ficar inertes diante de tanta agressão ao nosso Planeta. Precisamos mudar os maus hábitos e propiciar um Planeta melhor para nossos filhos.
Aguardo a sua participação.
Link http://migre.me/4QqU Deixe sua confirmação nos comentários
Abraços
Thiago disse…
"Olá colegas,
Deixo aqui a divulgação da Primeira Olimpíada Nacional em História do Brasil, iniciativa inédita no país, organizada pelo Museu Exploratório de Ciências da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com o apoio do CNPq. A Olimpíada é para escolas públicas e particulares e acontece pela internet, com equipes formadas por estudantes do oitado e nono anos do ensino fundamental e por estudantes do ensino médio, juntamente com seu professor. As inscrições já estão abertas!
www.mc.unicamp.br
Obrigado"
Cybele Meyer disse…
Hoje tem vídeochat às 10h30 sobre “Consumo Consciente” veja detalhes em http://migre.me/5I5N
Está dada a largada para a Blogagem Coletiva.
Vamos fazer com que seja um sucesso!
Conto com você!
abs

Postagens mais visitadas deste blog

Desenhos animados ajudam a trabalhar a educação ambiental

Educomunicação é também fazer a leitura crítica da mídia. E tirar dela reflexões para o dia-a-dia, construindo e aumentando o repertório, também, nos eixos temáticos da educação ambiental. A excelente reportagem Faz-de-Conta de Verdade, publicada na revista Página 22, convida a pensar sobre a abordagem ambiental dos desenhos animados, do clássico Bambi a Bee Movie (a abelha inteligente da foto).

Entre os entrevistados da matéria, uma professora da Eastern Illinois University, Robin Murray, as temáticas ligadas à natureza que aparecem em diversos desenhos são, claro, reflexo de nossa cultura atual, onde a problemática ambiental não sai da mídia. Se passam mensagens positivas e fazem efeito sobre a audiência – a garotada e os adultos, que às vezes gostam mais dos desenhos do que as próprias crianças – há controvérsias. Mas muitos educadores acham positivo provocar uma discussão sobre meio ambiente, especialmente com os pequenos, a partir da audição de um desenho animado na escola.

Como o…

Para falar de meio ambiente com as crianças

Despertar o prazer pela leitura e, ao mesmo tempo, passar uma mensagem positiva sobre a natureza, também com prazer. Isso é possível? Para o músico Tino Freitas, do projeto Roedores de Livros, com certeza...

Escrevi sobre o trabalho voluntário do Tino e mais seis "roedores de livros" em Ceilândia (DF) para um especial de leitura da revista Nova Escola. Postei aqui no blog um pouco sobre seu trabalho de contar histórias, ensinar música e arte... e pedi a eles dicas de leitura que tenham a ver com meio ambiente. Olha só o que o Tino nos mandou:
"Dia desses recebemos o convite da Débora Menezes, que cuida com muito carinho do blog Educom Verde, para escrevermos sobre Literatura Infantil, convidando os educadores ambientais a promover a educação ambiental por meio da leitura. Vale à pena explicar que o nosso projeto, o Roedores de Livros, oferece a um grupo de crianças no entorno de Brasília o contato com os livros. Acreditamos que o contato com a Literatura Infantil é uma i…

Quadrinhos, um jeito divertido de ensinar meio ambiente

A tirinha acima faz parte do projeto Edu HQ, mantido pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, e mantém um acervo com centenas de quadrinhos e pequenas animações, muitas delas feitas por crianças. No item meio ambiente há 173 tirinhas como essa.

Trabalhar com quadrinhos na sala de aula e no dia-a-dia é uma viagem... pois a partir da brincadeira é possível levantar vários pontos: refletir sobre o recurso de linguagem, o humor, a ironia, pesquisar o que o autor quis dizer, o que há por trás da história.

Já para quem é "gente grande", quadrinhos são sempre um respiro no dia-a-dia... e também ajudam a pensar!