The Hub, uma proposta de trabalho em rede

1 comentários
Revendo os amigos em São Paulo deparei-me com uma idéia que não é nova, mas muito inovadora e que ainda não vi em outras paragens, como aqui em Salvador: trata-se do The Hub, uma espécie de comunidade de jovens empreendedores que se reúnem, virtual e presencialmente, inspirando projetos e formas de colaboração entre si. Maioria dos projetos, esses, focados em questões socioambientais e de comunicação.

Por enquanto, só existe The Hub em São Paulo, mas Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e Rio de Janeiro estão adotando a idéia. Em Sampa, há 180 membros que eventualmente utilizam o espaço de um antigo e lindo galpão de 500 metros quadrados, perto da avenida Paulista, com direito a biblioteca, espaço de café-cozinha, internet de alta velocidade, impressora, faz e mobiliário de escritório onde as pessoas podem trabalhar muito próximas.

O local ainda tem espaço para reuniões e cursos, e os membros desse grupo promovem encontros e oficinas em conjunto. A maioria das ações é pensada para promover esses intercâmbios, onde com certeza mais de um sai ganhando.

A iniciativa do The Hub nasceu na Europa e funciona com o financiamento dos membros participantes. Quem quiser pode usar o local como um "escritório de aluguel", cuja diária é de R$ 40, mas é possível se inscrever em pacotes que vão de R$ 50 (com direito a 5 horas de uso do espaço e participação na rede social dos membros) até R$ 665, que lhe dá acesso ao espaço durante todos os dias da semana.

A idéia é interessante para free-lancers e consultores autônomos que trabalham em casa. Não só pela chance de trabalhar em um escritório real, mas pelo estímulo de estar convivendo com pessoas que pensam parecido. O publicitário Diego Gazola, que está estruturando uma empresa de consultoria na área de sustentabilidade (a Muda de Idéia), encontrou parceiros para a produção de um portal sobre o tema ao frequentar o The Hube.

Há muito tempo penso em formas colaborativas de trabalho, que muitas vezes empacam na realidade do sistema capitalista em que vivemos. Muitos encontram nas ongs ou nas cooperativas essas formas de trabalhar e acabam se esbarrando em questões burocráticas ou inerentes mesmo ao ser humano. Quantas vezes vi iniciativas de projetos irem por água abaixo por conflitos entre equipes, diferenças de valores... ainda não participo dessa proposta do The Hub, mas se ela funciona, agregando cabeças em torno de objetivos comuns, mesmo cada um com sua empresa, apóio e espero que o quanto antes essa idéia venha para Salvador!

1 comentários:

  • Lucia Freitas disse...

    Eu adoro o conceito de coworking, que é a filosofia do The Hub. Hoje já existem muitos outros espaços semelhantes espalhados por todo o País - aqui em S. Paulo eles estão pipocando e agregando muitos profissionais.
    Vale a pena dar uma pesquisada mais profunda no assunto - e conversar. Porque a rede de coworking não para de crescer.
    Espero que chegue a Salvador logo logo.

 

©Copyright 2011 Educom Verde | TNB