Poesias de um apaixonado pela natureza

3 comentários
Márcio Prado é um grande amigo que mora em Campos do Jordão e tem na natureza a grande motivadora de suas paixôes: viajar, andar de bicicleta, subir montanhas e voar pelos céus.

Para expressar essas paixões, Márcio não é apenas um militante, que faz da natureza e da aventura seu trabalho no dia-a-dia. Quer também compartilhar seus sentimentos através da fotografia e da poesia, que agora publica em seu blog Locomundo.


Tomo a liberdade de também compartilhar, e reproduzir aqui um poema sobre a Praia do Sono que aparece nas fotos. Um lugar que parecia intocável e imutável, na ilusão teimosa de que existe o mito da perfeição.

Respeitar e combater pela natureza não é só pelo racional, pela força, pela panfletagem. É ainda pela emoção registrada em uma poesia...


Praia do Sono - Parati

Cheguei no Sono
Mas aqui não quis dormir
Pois vivia um sonho

Porém no Sono eu dormi
No dia seguinte acordei e nem percebi
Acordado mais um sonho vivi

Mar, cachoeira e montanha
Toda a paz e riqueza da Mata Atlântica
Aqui a harmonia te acompanha

O Sono é terra de Caiçara
Povo sábio, amigo e atento
Daqui levo um pouquinho em meu peito

3 comentários:

  • Iberê disse...

    É triste saber que a Praia do Sono é um dos poucos cantinhos da Costa Verde que ainda continuam assim, tranqüilos...

    Ali ao lado, na outra face do morro, há exemplos opostos de destruição.

    Em Laranjeiras, são os aterros para os barcos aportarem, as guaritas, as cercas intimidadoras.

    Em Trindade, o crescimento desorganizado, as ruas cheias, a orla tomada por pousadas e campings montados às pressas.

  • Anônimo disse...

    Olá Débora!!

    Visitamos seu blog, e gostamos de seu conteúdo. Temos em nosso Movimento um espaço para divulgarmos Blogs de temática ambiental. Gostaríamos de sua autorização para publicarmos em nossa capa durante 30 dias seu blog, que de 15 de novembro a 15 de dezembro terá destaque. Nosso site http://osverdestapes.googlepages.com

    Agradeceríamos a visita e sua autorização.

    Abraços

    Julio Wandam
    Os Verdes de Tapes/RS
    osverdestapes@gmail.com

  • giselle disse...

    Bom seria se pudéssemos ignorar o progresso e toda a técnologia que vêm junto pra comtemplar toda essa riqueza que "ainda temos".

    Bjs!

 

©Copyright 2011 Educom Verde | TNB