Pular para o conteúdo principal

Poesias de um apaixonado pela natureza

Márcio Prado é um grande amigo que mora em Campos do Jordão e tem na natureza a grande motivadora de suas paixôes: viajar, andar de bicicleta, subir montanhas e voar pelos céus.

Para expressar essas paixões, Márcio não é apenas um militante, que faz da natureza e da aventura seu trabalho no dia-a-dia. Quer também compartilhar seus sentimentos através da fotografia e da poesia, que agora publica em seu blog Locomundo.


Tomo a liberdade de também compartilhar, e reproduzir aqui um poema sobre a Praia do Sono que aparece nas fotos. Um lugar que parecia intocável e imutável, na ilusão teimosa de que existe o mito da perfeição.

Respeitar e combater pela natureza não é só pelo racional, pela força, pela panfletagem. É ainda pela emoção registrada em uma poesia...


Praia do Sono - Parati

Cheguei no Sono
Mas aqui não quis dormir
Pois vivia um sonho

Porém no Sono eu dormi
No dia seguinte acordei e nem percebi
Acordado mais um sonho vivi

Mar, cachoeira e montanha
Toda a paz e riqueza da Mata Atlântica
Aqui a harmonia te acompanha

O Sono é terra de Caiçara
Povo sábio, amigo e atento
Daqui levo um pouquinho em meu peito

Comentários

Iberê disse…
É triste saber que a Praia do Sono é um dos poucos cantinhos da Costa Verde que ainda continuam assim, tranqüilos...

Ali ao lado, na outra face do morro, há exemplos opostos de destruição.

Em Laranjeiras, são os aterros para os barcos aportarem, as guaritas, as cercas intimidadoras.

Em Trindade, o crescimento desorganizado, as ruas cheias, a orla tomada por pousadas e campings montados às pressas.
Anônimo disse…
Olá Débora!!

Visitamos seu blog, e gostamos de seu conteúdo. Temos em nosso Movimento um espaço para divulgarmos Blogs de temática ambiental. Gostaríamos de sua autorização para publicarmos em nossa capa durante 30 dias seu blog, que de 15 de novembro a 15 de dezembro terá destaque. Nosso site http://osverdestapes.googlepages.com

Agradeceríamos a visita e sua autorização.

Abraços

Julio Wandam
Os Verdes de Tapes/RS
osverdestapes@gmail.com
giselle disse…
Bom seria se pudéssemos ignorar o progresso e toda a técnologia que vêm junto pra comtemplar toda essa riqueza que "ainda temos".

Bjs!

Postagens mais visitadas deste blog

Desenhos animados ajudam a trabalhar a educação ambiental

Educomunicação é também fazer a leitura crítica da mídia. E tirar dela reflexões para o dia-a-dia, construindo e aumentando o repertório, também, nos eixos temáticos da educação ambiental. A excelente reportagem Faz-de-Conta de Verdade, publicada na revista Página 22, convida a pensar sobre a abordagem ambiental dos desenhos animados, do clássico Bambi a Bee Movie (a abelha inteligente da foto).

Entre os entrevistados da matéria, uma professora da Eastern Illinois University, Robin Murray, as temáticas ligadas à natureza que aparecem em diversos desenhos são, claro, reflexo de nossa cultura atual, onde a problemática ambiental não sai da mídia. Se passam mensagens positivas e fazem efeito sobre a audiência – a garotada e os adultos, que às vezes gostam mais dos desenhos do que as próprias crianças – há controvérsias. Mas muitos educadores acham positivo provocar uma discussão sobre meio ambiente, especialmente com os pequenos, a partir da audição de um desenho animado na escola.

Como o…

Para falar de meio ambiente com as crianças

Despertar o prazer pela leitura e, ao mesmo tempo, passar uma mensagem positiva sobre a natureza, também com prazer. Isso é possível? Para o músico Tino Freitas, do projeto Roedores de Livros, com certeza...

Escrevi sobre o trabalho voluntário do Tino e mais seis "roedores de livros" em Ceilândia (DF) para um especial de leitura da revista Nova Escola. Postei aqui no blog um pouco sobre seu trabalho de contar histórias, ensinar música e arte... e pedi a eles dicas de leitura que tenham a ver com meio ambiente. Olha só o que o Tino nos mandou:
"Dia desses recebemos o convite da Débora Menezes, que cuida com muito carinho do blog Educom Verde, para escrevermos sobre Literatura Infantil, convidando os educadores ambientais a promover a educação ambiental por meio da leitura. Vale à pena explicar que o nosso projeto, o Roedores de Livros, oferece a um grupo de crianças no entorno de Brasília o contato com os livros. Acreditamos que o contato com a Literatura Infantil é uma i…

Educação Ambiental e Comunicação em UCs: tema de dissertação

No dia 21 de agosto de 2015, finalmente apresentei minha dissertação de mestrado "Comunicação e Mobilização na Gestão Participativa de Unidades de Conservação: o Caso da APA da Serra da Mantiqueira", junto ao Laboratório de Jornalismo Avançado da Universidade Estadual de Campinas (Labjor-Unicamp). Tendo o professor Ismar Soares, do Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo (NCE-USP) em minha banca, fiquei bastante feliz com suas palavras indicando que "a Educomunicação passa a contar, a partir desta pesquisa, com um importante suporte bibliográfico para entender a área da gestão comunicativa".

A pesquisa foi orientada pela professora Maria das Graças Conde Caldas, jornalista das antigas que também se debruça sobre a relação entre os campos da Educação e da Comunicação. Inquieta com minhas práticas profissionais de Educomunicação, onde muitas vezes vi essa área resumir-se a metodologias e ferramentas midiáticas de suporte para cursos de Educação…