Educação ambiental fora da escola: é possível

0 comentários
Escrevi até agora sobre as iniciativas heróicas de professores que teimam em trilhar com seus alunos o caminho da consciência ambiental. Mas, e fora das paredes da escola? O que cidadãos individuais estão fazendo pelo coletivo?

Fotógrafo e publicitário, Diego Gazola é um jovem de 28 anos de idade que não se contenta em apenas reciclar seu lixo e plantar uma horta na varanda de seu apartamento. Com apoio da editora Empresa das Artes e da ong Sociedade dos Amigos e Moradores do Bairro de Cerqueira César (http://www.sammorc.org/), ele está organizando uma pequena revolução na rua onde mora. Nos dias 28 e 29 de setembro, a rua Cardeal Leme, no bairro paulistano da Bela Vista, terá 80 árvores plantadas e uma feira ecológica com direito a sabão feito com óleo reciclado, e brinquedos construídos a partir de matéria-prima encontrada no lixo. Espera-se que não só a ong e o fotógrafo participe; foram convidadas escolas e outros movimentos sociais da região para esse evento.

No convite que reproduzo aqui, a proposta é que os moradores se apropriem de sua rua: "caminho para transitar; caminho para mudar; caminho para integrar; caminho para aprender e ensinar; caminho para socializar; caminho para melhor viver; caminho para reciclar materiais e as idéias".

Em tempo: além de tudo isso, Diego ainda retribui a hospitalidade dos lugares que fotografa para guias da Empresa das Artes, organizando palestras e orientações sobre turismo sustentável. É claro que ele tem uma capacidade de mobilização que convence desde o mais simples pescador amazônico a recolher plásticos da beira do rio, até seu chefe atual a contribuir para campanhas como a de sua rua. E quando pode, está sempre disponível para partir para a ação: distribui sementes de mudas de árvores, escreve textos para folhetos de campanhas ecológicas...

E você, já colocou seu talento de mobilizar as pessoas a serviço de um mundo melhor? Aproveite o exemplo! Não tenha medo de conversar e, principalmente, partir para a ação. Na escola - e na sua rua, na sua empresa, na faculdade. Movimentos individuais ajudam a girar a roda em nossa sociedade, e não basta se indignar - tem que participar...

0 comentários:

 

©Copyright 2011 Educom Verde | TNB