Desenhos animados ajudam a trabalhar a educação ambiental

3 comentários
Educomunicação é também fazer a leitura crítica da mídia. E tirar dela reflexões para o dia-a-dia, construindo e aumentando o repertório, também, nos eixos temáticos da educação ambiental. A excelente reportagem Faz-de-Conta de Verdade, publicada na revista Página 22, convida a pensar sobre a abordagem ambiental dos desenhos animados, do clássico Bambi a Bee Movie (a abelha inteligente da foto).

Entre os entrevistados da matéria, uma professora da Eastern Illinois University, Robin Murray, as temáticas ligadas à natureza que aparecem em diversos desenhos são, claro, reflexo de nossa cultura atual, onde a problemática ambiental não sai da mídia. Se passam mensagens positivas e fazem efeito sobre a audiência – a garotada e os adultos, que às vezes gostam mais dos desenhos do que as próprias crianças – há controvérsias. Mas muitos educadores acham positivo provocar uma discussão sobre meio ambiente, especialmente com os pequenos, a partir da audição de um desenho animado na escola.

Como o professor Caio Aguirre, que mandou suas sugestões para o blog Educom Verde, que dá as dicas a seguir:

- O primeiro passo a ser utilizado na verdade é saber qual o nível de ensino (série / idade) que será envolvido. “Isso faz diferença, principalmente quando você envolve nível de concentração de seus alunos no processo de assistir a um vídeo”, lembra Caio. Ele explica que, nas séries iniciais, o nível de concentração atinge a média máxima de 30 minutos – se o vídeo tiver 80 minutos, por exemplo, o professor pode passar o filme em “capítulos”.

- No intervalo, de um dia para o outro, ou no final da atividade, a garotada pode discutir e escrever sobre as ações dos personagens, questionar o tempo, o local onde o filme se passa, entre outros.

Para trabalhar temas ligado a educação ambiental e alguns outros, Caio sugere os seguintes desenhos e eixos temáticos, lembrando: “o importante é planejar o tema que você pretende explorar, organizando um roteiro de perguntas para os alunos, debater os personagens e a história e elaborar um painel sobre os temas trabalhados”:

REI LEÃO - Cadeia alimentar, ciclo da vida, savana africana, respeito à natureza.

MADAGASCAR - Cadeia alimentar, meio ambiente, animais em extinção, herbívoros e carnívoros, o morar na cidade.

TARZAN - Animais em extinção, herbívoros, carnívoros, caça predatória, comportamento animal.

MULAN - Respeito a família, comportamento familiar, costumes, invasão dos mongóis à China.

Aproveito para acrescentar mais alguns à lista:

PROCURANDO NEMO – Nenhum desenho captou com tanta perfeição o ambiente marinho. Além de abordar a influência do homem sobre a natureza, dá para falar em correntes marinhas, cadeia alimentar e muitos outros temas ligados às questões ambientais.

BEE MOVIE – Filme convidativo ao debate específico sobre as influências do homem no ambiente natural, e à conexão entre as espécies. Muito bom para provocar reflexões sobre cadeias de produção, até chegar ao consumo consciente.

PATETA NO TRÂNSITO – Achei essa pérola, dia desses, no You Tube. É ótimo para discutir as problemáticas urbanas e, é claro, pensar sobre o comportamento das pessoas no trânsito: quem é mais velho vai se lembrar do personagem de Walt Disney, o Pateta, que é um “doce de criatura” quando está a pé, mas vira um bicho ensandecido quando está de carro.

ERA DO GELO – Quer conversar com crianças sobre mudanças climáticas? Que tal começar por essa divertida série, onde animais pré-históricos (20 mil anos atrás), tentavam fugir das mudanças de temperatura que iriam atingir o norte do planeta. Bom gancho para pensar as mudanças climáticas de um jeito diferente – lembrando às crianças que a Terra tem ciclos, falar de como os seres se adaptam, entre outros temas.

RATATOUILLE – A história do ratinho-cozinheiro é uma graça. Se tem a ver com meio ambiente? Tem a ver com a busca do ser humano em ser humano em valorizar o dom de cada um em fazer coisas boas, como cozinhar... “surpreenda-me”, diz o crítico de gastronomia ao cozinheiro, exigindo o melhor prato do restaurante. E o que chega... é simples, e delicioso. Assim é a vida, e a vontade de trabalhar com educação ambiental, não acham?

3 comentários:

  • Josete disse...

    Oi Débora!

    Amei essa publicação! Você está ficando bem didática, viu? Vou colocar um link na categoria projeto do meu blog. Bjs

    Josete

  • caio aguirre disse...

    Obrigado por lembrar de minha observação sobre o uso de filmes. aproveito para deixar o endereço destes blogs blog.clickgratis.com.br/tiocaio e alquimiaeducacional.blogspot.com
    este último ainda esta em construção.
    obrigado

 

©Copyright 2011 Educom Verde | TNB